Afiliado de sucesso: descubra quais são os 4 tipos de afiliados

Tempo de leitura: 13 minutos

Se você anda acompanhando os artigos aqui do blog ou os vídeos do canal no Youtube, você já deve saber que neste mês estou falando sobre como ser afiliado. Na verdade, mais do que isso, como se tornar um afiliado de sucesso.

Nos artigos anteriores falei sobre as melhores plataformas de afiliados do Brasil e falei também sobre como escolher os melhores produtos. Esses artigos são muito importantes para quem quer ser um afiliados, portanto, aconselho que você também faça a leitura deles, se ainda não fez.

E no artigo de hoje, quero falar sobre mais um passo essencial para que você se torne um afiliado de sucesso. Neste artigo você irá descobrir quais são os tipos de afiliados.

Dicas e Sacadas Semanais

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

Dessa forma, você vai saber qual é o seu perfil de afiliado e irá descobrir quais estratégias usar nesse caso.

Assim, você garante que desde o começo você sai na frente dos concorrentes e tem muito mais chances de se destacar no meio da multidão.

 

Quais são os 4 tipos de afiliados?

Os afiliados podem ser divididos em 4 tipos: afiliado autoridade, afiliado árbitro, afiliado apresentador e afiliado revendedor.

Descubra abaixo quais as particularidades de cada um desses tipos e o passo a passo para se tornar cada um deles.

 

Afiliado Autoridade

O primeiro tipo de afiliado de que quero falar aqui é o mais conhecido de todos. Trata-se do afiliado autoridade.

O afiliado autoridade trabalha num único nicho. E adotar esse modelo é ideal para quem já é especializado num nicho e até mesmo já tem uma audiência.

Alguns exemplos de pessoas para quem esse modelo funcionaria perfeitamente são os blogueiros, youtubers, escritores. Como por exemplo, blogueiras que falam sobre maquiagem, ou personal trainers que já tem uma audiência construída em algum canal de comunicação.

Ou mesmo se você está sempre oferecendo dicas e informações sobre a sua área de trabalho, esse é o modelo ideal para você.

No entanto, é importante destacar que isso não é algo necessário para começar. Mesmo quem não tem uma especialidade ou uma audiência, pode começar do zero e trabalhar para ser um afiliado autoridade.

 

Passo a passo para se tornar um afiliado autoridade

Bom, como eu disse acima, se você ainda não é uma autoridade num assunto, mas quer trabalhar dessa forma, isso também é possível. E para te ajudar, preparei abaixo um passo a passo para você seguir. Confira:

 

  1. Escolha um nicho

O primeiro passo para ser um afiliado autoridade é a escolha do nicho. Preferencialmente, você deve escolher algo que você já tenha conhecimento, pois isso irá facilitar o trabalho.

No entanto, você também pode escolher algo que você goste, mesmo que não conheça muito.

Mas nesse caso você precisará se preparar muito bem, fazendo cursos e se mantendo constantemente atualizado. Já que a ideia é oferecer conteúdo para alimentar a sua audiência, como vou falar abaixo.

 

  1. Use conteúdo para atrair as pessoas

O segundo passo, portanto, é atrair as pessoas através de conteúdo no seu nicho por meio de blogs e redes sociais.

É por meio desse conteúdo que as pessoas vão começar a conhecer e a confiar naquilo que você diz. O que é essencial para que as vendas aconteçam.

 

  1. Crie um relacionamento com o seu público

Mais do que ser mais um blog para as pessoas pesquisarem conteúdos na internet. Você precisa começar a ser lembrado pelas pessoas.

E a melhor maneira de se fazer isso é se relacionando com esse público. Por isso, além de investir na produção de conteúdo com regularidade.

Invista também o seu tempo para realmente ajudar as pessoas. Tirando dúvidas, respondendo comentários e realmente se posicionando como alguém que tem algo a oferecer e que quer ajudar.

 

  1. Comece a trabalhar sua base de clientes

O próximo passo é preparar as pessoas para venda. Nessa etapa o e-mail marketing é muito importante. Pois ele é o principal canal pelo qual você deverá enviar suas ofertas para os clientes em potencial.

No entanto, é preciso tomar cuidado, pois não são apenas ofertas que devem ser enviadas para o seu cliente em potencial.

Comumente, usa-se a lei de Pareto para definir a proporção: 80% dos e-mails devem ser de conteúdo e apenas 20% de ofertas.

Isso garante que você continue deixando o seu leitor cada vez mais interessado no que você tem a oferecer. Até que chegue o momento decisivo e ele entenda que deve comprar o seu produto.

 

Afiliado Árbitro

O segundo tipo de afiliado de que quero falar aqui é o afiliado árbitro. De forma bem simplificada, podemos dizer que o afiliado árbitro é aquele que encontra produtos com potencial de venda nas plataformas.

Aí então, ele simplesmente irá trabalhar com fontes de tráfego pago para realizar as vendas. Ou seja, ele vai pagar por anúncios no Google ou nas redes sociais para promover esse produto e lucrar com a venda.

Como você pode perceber, esse modelo é bem diferente do primeiro.

Em primeiro lugar, porque você não precisa construir uma audiência, já que as plataformas de anúncios permitem que você escolha quem será o público que visualizará esses anúncios.

Sendo assim, o processo é muito mais rápido. Pois os anúncios permitem que as vendas sejam feitas, literalmente, da noite para o dia.

Outra diferença essencial é que você precisará de dinheiro para investir e aí sim começar a ganhar mais dinheiro. O que não acontece com o afiliado autoridade.

 

Passo a passo para se tornar um afiliado árbitro

E para que você saiba o que precisa fazer para ser um afiliado árbitro, confira o passo a passo abaixo:

 

  1. Escolha bons produtos

Essa é uma etapa de extrema importância nesse modelo de afiliado. Pois escolher o produto errado pode te fazer perder dinheiro.

A ideia é que você escolha produtos que têm alto potencial de venda e mesmo produtos que já estão entre os mais vendidos da plataforma. Dessa forma, você tem certeza que seus anúncios irão te dar retorno financeiro.

 

  1. Comece com uma única fonte de tráfego

Se você nunca fez isso antes, meu conselho é de que você comece devagar. Por isso, primeiramente, pesquise sobre as fontes de tráfego pago.

Hoje, as principais são os programas do Google, do Facebook, Instagram e Youtube. Além disso, outra possibilidade é de pagar para blogueiros ou youtubers famosos disponibilizarem a propaganda para você.

Aqui, podemos dizer que você paga para ter acesso a autoridade dessas pessoas. Já que são eles que vão veicular e divulgar o produto no nome deles.

 

  1. Esteja atento aos números

Esse tipo de afiliado, como já começa investindo dinheiro, também precisa ficar atento aos números.

É preciso saber qual as melhores formas de se aumentar o lucro e diminuir os gastos. O que pode ser feito de diversas maneiras. E só aprendido com testes ao longo do tempo.

 

  1. Teste e agregue outras fontes

Para aumentar a visibilidade daquilo que você oferece, depois que você dominar muito bem a primeira fonte de tráfego. Você também pode testar outras fontes e, dessa forma, aumentar ainda mais os lucros.

Ao agregar outras fontes você tem grandes chances de elevar ainda mais o potencial do seu negócio. E, é claro, o seu rendimento no final do mês.

 

Afiliado Revendedor

O terceiro tipo de afiliado de que quero falar é o afiliado revendedor. Esse modelo é excelente para quem não tem dinheiro nenhum para começar a investir. E, além disso, para quem está apenas procurando uma renda extra.

O afiliado revendedor é aquele que procura produtos nas plataformas pensando em pessoas próximas a ele e seus problemas específicos.

Por exemplo, é bem provável que você conheça alguém que goste de cozinhar. Você pode comentar com essa pessoa que encontrou um curso de brigadeiro gourmet e se lembrou dela.

Como você pode perceber, a ideia aqui, portanto é a de começar a conhecer o mercado e fazer as primeiras vendas sem precisar investir nada. Usando a sua própria base de contato e oferecendo produtos para pessoas que você já conhece.

Essa alternativa também é ótima para quem quer ser um afiliado, mas ainda não está 100% seguro sobre o mercado.

 

Passo a passo para se tornar um afiliado revendedor

E se você acha que esse é o modelo certo para você, veja abaixo o passo a passo para começar a ganhar dinheiro dessa forma.

 

  1. Pense nos problemas das pessoas ao seu redor

O primeiro passo é fazer uma lista dos principais problemas enfrentados pelas pessoas para quem você quer oferecer os produtos.

Alguns nichos como emagrecimento, ganhar dinheiro online, aprendizado de idiomas e culinária, são nichos que têm bastante potencial.

Portanto, é bem provável que você irá encontrar pessoas ao seu redor para vender produtos nesses nichos.

 

  1. Escolha soluções específicas e personalizadas

O próximo passo é o de escolher soluções específicas para cada uma das pessoas para quem você quer vender. Isso garante que suas chances de venda sejam muito maiores.

Portanto, pesquise nas plataformas e encontrem produtos realmente de qualidade e do interesse dessas pessoas.

 

  1. Ofereça os produtos

Na hora de oferecer os produtos também é preciso tomar cuidado. Você deve apresentá-los não como produtos, mas como soluções de possíveis problemas ou coisas que vão acrescentar algo de bom na vida dessas pessoas.

Além disso, você não precisa falar que você está ganhando uma comissão pelo produto. Isso fará com que pareça que você está empurrando o produto para a pessoa e ela provavelmente não irá comprá-lo.

Você pode falar que viu algo na internet e se lembrou dela. Aí então, você manda o link da página de vendas do produto. Sem tentar forçar a venda, da forma mais natural possível.

 

Afiliado Apresentador

O último tipo de afiliado de que quero falar neste artigo é o afiliado apresentador. Esse modelo é ideal para quem já tem grande número de seguidores nas redes sociais.

A ideia aqui é usar o marketing de indicação e falar para as pessoas dos produtos que você já utilizou.

Como você já tem uma audiência construída e as pessoas se interessam por aquilo que você fala, é muito provável que muitas delas comprem esses produtos que você oferece.

Você pode fazer isso por meio de reviews nos seus perfis das redes sociais.

Lembrando que os vídeos apresentam alto poder de engajamento e costumam ser mais persuasivos. Portanto, adotando essa estratégia você pode aumentar o seu número de vendas.

 

Passo a passo para se tornar um afiliado apresentador

E se você se encaixa nessa categoria e já tem a sua audiência construída, descubra abaixo como ser afiliado apresentador.

 

  1. Tenha uma audiência

Como eu disse, o primeiro passo aqui é ter uma audiência construída e que se interessa por aquilo que você tem a dizer.

Você pode trabalhar nas redes sociais, como o Facebook, o Instagram ou o Youtube. Que são as principais redes utilizadas no marketing nesse momento.

Também é importante que sua audiência esteja engajada, sempre comentando, curtindo e compartilhando o seu conteúdo.

Quanto maior for o engajamento das pessoas, maiores serão suas chances de vender.

 

  1. Escolha produtos do seu interesse

O próximo passo é escolher produtos do seu interesse, pois provavelmente eles serão do interesse da sua audiência também.

Por exemplo, para mulheres que trabalham com o nicho de maquiagem e estão sempre postando tutoriais, uma boa opção seria oferecer cursos ou mesmo e-books relacionados a essa área.

Assim você garante que boa parte da sua audiência está interessada nesses produtos e tem grandes chances de vende-los.

 

  1. Experimente e faça uma review

O próximo passo é realmente utilizar esses produtos e criar uma review deles. Você deve destacar o que você mais gostou sobre eles, porque esse produto te ajudou etc.

Dessa forma, você também garante que as pessoas saibam do que se trata o produto e se ele também irá servir para elas.

 

  1. Cuidado para não exagerar!

Para este tipo de afiliado, as ofertas devem ser mais espaçadas na questão do tempo. Você deve tomar cuidado para não exagerar!

Do contrário, se a sua audiência perceber que você está o tempo todo oferecendo esses produtos, você corre o risco de não apenas não vender, mas também perder audiência.

 

Qual tipo de afiliado é você?

E então, você se identificou com algum dos 4 tipos de afiliado?

Se você não se encaixou em nenhuma das categorias, não se preocupe! Pois na verdade, todos nós, somos um pouco de cada um desses tipos de afiliado em alguns momentos.

E se você está começando agora, minha sugestão é de que você comece como afiliado revendedor. Dessa forma, você começa a conhecer o mercado, o produto e vai testando estratégias de venda.

Depois, com o tempo vá utilizando as estratégias dos outros tipos de afiliado, como afiliado autoridade e apresentador. Que são tipos até um pouco parecidos.

E, deixe por último as estratégias do afiliado árbitro. Pois dessa forma, você pode reinvestir o dinheiro que já ganhou como afiliado para pagar os anúncios.

Para complementar este artigo, deixo este vídeo abaixo onde abordo através de mapas mentais quais principais diferenças entre afiliado investidor e afiliado autoridade.

rapaz olhando para cima onde esta escrito, serie afiliado de sucesso

 

Espero que você tenha gostado deste artigo. E para não perder o conteúdo da semana que vem, o último dessa série, não se esqueça de assinar minha newsletter.

Abraço e até o próximo artigo!

Dicas e Sacadas Semanais

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *